Estudo em roxo (inicio do trisal 5ª parte)

O domingo e último dia da Uni na nossa casa chegou,
passamos um dia normal, conversando os 3, vendo vídeos,
comendo e etc. Mas não tão normal assim, já que a tarde, enquanto
estávamos na cama olhando algumas coisas no pc (nada de
mais, preço de celulares etc) um beijo levou a outro que
levou a outro de repente o pc já estava desligado e eu e
a Uni já estávamos pegando a Zy, como no dia anterior,
mas dessa vez Uni vestiu a cinta dela com a “Pryscillah”
e começou a comer a Zy.

ROXO 01

Ela gemia e tava bem lubrificada. Eu não sabia se teria a
sorte de ontem, então não entrei tanto na brincadeira das
duas e olhei mais do que participei. Estava com medo de
levar outro “isso não é pra você!” e fiz bem, pois depois
de um dos vários orgasmos da Zy começamos a brincar com o
rabbit (o rotativo) e dessa vez eu estava controlando.

Botei a Zy de quatro enquanto brincava com o rabbit e
disse pra Uni: _Você não disse que gostou de ver a Zy
gozar de quatro ontem, que eu precisava ter visto, que
tinha que ter filmado? Pois aproveita e filma agora. Ela
filmou!

Dessa vez foi a Zy que ficou envergonhada, mas ela não
conseguia parar de rebolar pro nosso brinquedinho, gemia
e eu fodia mais e mais, sua buceta tão molhada que dava
pra escutar o quanto ela tava molhadinha. Eu fodia com
nosso brinquedinho e ela gemia e gozava envergonhada,
enquanto tava sendo filmada pela Uni, mas não conseguia
parar. Ela fazia o movimento de vai e vem sozinha
enquanto tinha vários orgasmos, até que caiu exausta na
cama com alguns espasmos.

ROXO 03

Ficamos abraçado os 3 por uns minutos. Então entreguei o
rabbit pra Uni e disse:
_Tua vez rsrsrs.

Uni então botou a Zy de quatro novamente e começou a usar
o rabbit nela que gemia mesmo tendo gozado a pouco tempo.
Uni botou na potência máxima do vibro. O coelhinho do
rabbit, que ficava pegando no clitóris da Zy, vibrava as
orelhinhas loucamente enquanto a Zy gemia e gritava de
prazer, as pernas tremiam e a cama já estava molhada de
gozo. Zy não sabia quantas vezes tinha gozado, gemia e se
contorcia até que a Uni parou e deixou ela respirar.

Zy quis se vingar, teve a ideia de me amarrar e pediu
ajuda pra Uni. Amarraram meu pau e minhas penas de forma
que se eu mexesse minhas penas puxava meu pau e bolas
para baixo. Já fiquei aflito porque pensei que ela ia
pegar a espátula de novo como no dia anterior. Ela foi
pra cozinha, falou alguma coisa, riu e chamou a outra,
demoraram um pouco. Não sabia o que elas tavam aprontando.
Então voltaram com 2 tirinhas de gengibre pra botar
dentro do meu pau.

ROXO 04

Primeiro botaram o menor, aquilo começou a pinicar, mas
era pequeno. Então pegaram o maior e molharam pra ficar
mais forte, passaram ao redor da cabeça do meu pau e
depois botaram dentro da minha uretra, foi quando começou
a arder de verdade, porque foi mais fundo e pinicar,eu lá
gemendo e meu pau pulsando e elas assistindo e de vez em
quando a Zy botava mais fundo, batia uma devagar pra
arder mais e apertava pra sair mais suco do gengibre.
Depois, não bastando isso,deixaram o gengibre la dentro
parado e pegaram essas liguinhas de cabelo, essas de
silicone,eu gelei. Zy já tinha me batido com essas ligas
antes e começaram a esticar e bater no meu pau e saco com
elas, na primeira ligada eu soltei um gritinho fino e a
Uni disse;
_ai que delicia!

ROXO 05

Elas gargalhavam e davam mais ligadas no meu pau e saco,
eu me contorcia, dava gritinhos,mordia o lençol e me
tremia de dor enquanto elas gargalhavam e faziam hora com
meu pinto.

Riam e se deliciavam com meu sofrimento,se divertiam e
gargalhavam. Elas estavam maravilhosamente sádicas nunca vi
a Zy tão sádica e gostosa e aquelas ligas ardiam tanto
que eu me tremia de dor e elas adoravam. Então a Zy deu
permissão pra Uni pegar no meu pau e toda vez que eu ia
ficando menor elas não deixavam, torturavam mais e a Uni
tocava uma em mim e elas ficavam falando que eu
gostava,mesmo com toda quela dor porque sempre voltava a
ficar duro.

Chegou uma hora que a Uni ficou batendo uma em min,a Zy
me dando ligadas e ela aproveitou e botou a liga em volta
das minhas bolas e ficou puxando e soltando com uma mão e
com a outra me masturbava. As duas cordenaram as ligadas
uma depois outra e depois a outra bem rápido eu me tremia
de dor até que eu gozei… Gozei de prazer e de dor, gozei muito.

Depois tivemos que tomar banho e deixar a Uni num local
pra poder voltar para casa.

Eu fiquei com marcas roxas no meu pau e saco das
lembranças que duraram dias para passar.

Cada um de nós adorou a experiência desse fim de semana.
Zy adorou não ter ciúmes de outra mulher, mesmo porque a
Uni tava la pela Zy e foi tudo muito novo pros 3… Foi
todo um fim de semana novo pra cada um de nós.

fim.

Sobre MM

Nick: MM e ZY Estado: CE Somos um casal de 30 e 22 anos Sou comerciante e professor de arte marcial e ela estudante de enfermagem Sou submisso e ela switcher vivemos o BDSM a 4 anos começamos com cinto de castidade e controle de orgasmos depois fomos avançando mais e mais. Praticas Favoritas: castidade masculina, provocação e negação, treinamento anal, fisting, cbt, velas, humilhação e umas tantas outras Limites: agulha, sangue, scat, e outras praticas extremas que possam causar dano permanente ou muito nojentas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s